Segunda, 08 de Agosto de 2022
14°

Céu encoberto

Curitiba - PR

Geral Distrito Federal

56,8 mil vacinados contra gripe na primeira semana de ampliação da campanha

Quem ainda não se vacinou deve procurar uma das 111 Unidades Básicas de Saúde das 9h às 17h

02/07/2022 às 11h35
Por: Cabn Brasil Fonte: Agência Brasília
Compartilhe:
Vacinação contra a influenza tem como principal objetivo reduzir a carga da doença, evitar hospitalizações, mortes e consultas ambulatoriais em serviços de emergência
Vacinação contra a influenza tem como principal objetivo reduzir a carga da doença, evitar hospitalizações, mortes e consultas ambulatoriais em serviços de emergência

Desde o dia 25 de junho, a vacinação contra a influenza foi ampliada para todas as pessoas a partir de seis meses de idade. E, na primeira semana de ampliação da campanha, já foram administradas 56.810 doses de vacina no Distrito Federal.

A vacinação contra a gripe contribui para a prevenção de possíveis novos surtos de doenças respiratórias | Foto: Érika Bragança / Agência Saúde
A vacinação contra a gripe contribui para a prevenção de possíveis novos surtos de doenças respiratórias | Foto: Érika Bragança / Agência Saúde

“A vacinação contra a influenza tem como principal objetivo reduzir a carga da doença, evitar hospitalizações, mortes e consultas ambulatoriais em serviços de emergência. Com isso, diminuímos a sobrecarga no sistema de saúde”, explica Fernanda Ledes, enfermeira da Área Técnica de Imunização da Secretaria de Saúde.

517.779Número de doses da vacina contra a influenza aplicadas de 4 de abril a 1º de julho no DF

A enfermeira reitera que a vacinação contra a gripe contribui com a prevenção de possíveis novos surtos de doenças respiratórias pelo vírus da influenza. “Além isso, reduz as ausências no ambiente de trabalho, o que possibilita a manutenção do funcionamento de serviços essenciais”, completa.

Números da vacinação

Os dados de 4 de abril a 1º de julho apontam que 517.779 doses foram administradas no Distrito Federal. O grupo de idosos apresenta a cobertura mais elevada (63%), seguido dos grupos de professores (55,7%) e trabalhadores de saúde (48,5%). As puérperas têm cobertura vacinal de 38,7%, seguidas de crianças (36,1%) e, por último, com o menor índice, as gestantes, com apenas 31%.

As coberturas vacinais encontram-se ainda muito abaixo da meta no Distrito Federal. Os grupos de idosos e trabalhadores de saúde, apesar de terem iniciado a vacinação na primeira fase da campanha, ainda não alcançaram 70% de cobertura vacinal. O público-alvo, portanto, representa 1.086.547 pessoas no Distrito Federal. A meta é vacinar pelo menos 90% dos grupos elegíveis.

A orientação é que as pessoas que pertencem aos grupos elegíveis para vacinação, especialmente os idosos, as crianças entre seis meses e 5 anos de idade, as gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto) e as pessoas com condições clínicas especiais, que ainda não receberam a dose da vacina neste ano, procurem um ponto de vacinação.

*Com informações da Secretaria de Saúde

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Curitiba - PR Atualizado às 03h37 - Fonte: ClimaTempo
14°
Céu encoberto

Mín. 12° Máx. 16°

Ter 15°C 12°C
Qua 14°C 8°C
Qui 16°C 7°C
Sex 18°C 8°C
Sáb 18°C 11°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete